Este site usa cookies para melhorar a experiência. Ao navegar no site está a concordar com o seu uso. Saiba mais sobre os Termos de Utilização.

Esta é a altura do faça você mesmo

Bricolagem

Esta é a altura do faça você mesmo | #fiqueemcasa

Uma casa precisa sempre de manutenção. Os pequenos trabalhos são essenciais para conservar a habitação e existem diversas reparações que se podem fazer com as próprias mãos.


O confinamento atual faz com que sobre mais tempo para se dedicar a algumas tarefas domésticas, as quais, normalmente, só se conseguem fazer nos fins de semana ou nas férias. Nesse sentido, deixamos alguns conselhos sobre bricolagem que pode fazer você mesmo, poupando deste modo dinheiro, e que são bastante úteis, afinal, as casas precisam sempre de manutenção.

Algo de que necessita imperiosamente para fazer pequenas reparações no domicílio é uma caixa de ferramentas, que deve conter parafusos, buchas, chaves de parafusos, chaves de fendas, chave inglesa ou ajustável, pregos, martelo, berbequim, alicate, silicone, fita isolante e cola (quente, branca ou instantânea). Com estes utensílios está mais preparado para fazer frente a uma pequena adversidade caseira ou fazer algo tão simples como apertar uma torneira da casa de banho. Mas, claro, há sempre boas hipóteses de ter de ir a uma drogaria ou a uma grande marca comprar mais algum material.

Esta é a altura do faça você mesmo | #FiqueEmCasa

Comecemos pela casa de banho. Algo recorrente é ter uma torneira a pingar. Muitas vezes o problema reside no prelator. O que há a fazer é pegar é na chave inglesa ou num alicate e apertar o prelator – mais não é do que o bico da torneira – que pode não estar bem enroscado. Outro motivo que pode levar a torneira a pingar é a anilha de borracha já não estar em boas condições. Nesse caso, basta ir comprar uma anilha nova e substituir a antiga.

Outro problema comum é o lavatório ou a banheira começarem a verter água, levando a infiltrações, por exemplo, para o teto do vizinho do andar de baixo. A solução é vedar com silicone as juntas em redor do lavatório, banheira, polibã, para evitar a penetração de água. É um processo simples. Pega-se numa pistola de silicone, coloca-se o tubo e corta-se a ponta do mesmo num ângulo de 60 graus para se adaptar à largura da junta. Deve retirar-se o silicone antigo com um raspador de juntas e um removedor de silicone. Espera-se duas horas, passa-se uma espoja húmida e álcool. Coloca-se o novo silicone e ao passar o dedo molhado em detergente da loiça fica liso e perfeito. Quando estiver seco remove-se o excesso com um x-ato.

De referir ainda que outro cuidado que se deve ter na casa de banho é limpar o sifão do lavatório duas a três vezes por ano. Os desentupidores de canos são uma boa solução, embora não se devam usar em demasia. A soda cáustica, por exemplo, é perigosa para a saúde e se utilizada muitas vezes pode deteriorar os canos. Deve-se também retirar com frequência os cabelos dos ralos da banheira e pôr no lixo, não na sanita para não provocar entupimentos.

Sala e quartos

Se o interior da casa precisa de ser pintado e as paredes e os tetos não estiverem em muito mau estado, pode arriscar-se a empreender esta tarefa até porque estamos numa das estações aconselhadas para o fazer. Pintar a casa não é para todos, mas também não é um bicho de sete cabeças. Seja como for, existem cuidados a ter e conselhos que os profissionais ou lojistas do setor podem dar: o que deve fazer antes de começar a pintura; que tinta utilizar e que materiais adquirir; a importância do primário; a colocação dos adesivos, enfim, saiba tudo aqui. 

Esta é a altura do faça você mesmo | #FiqueEmCasa

Bem mais simples de fazer nas paredes é pendurar quadros. É verdade que não é preciso ter grande mestria para pegar numa fita métrica, lápis, martelo e prego e pendurar um quadro. Mas sabia que existem algumas regras que devem ser seguidas para que o trabalho fique bem feito? Para começar pode não querer usar um prego, mas sim parafusos e buchas. Neste caso não deve fazer um furo muito largo com o berbequim, de modo que o quadro fique bem fixo.

Os quadros devem sempre ficar sensivelmente a 1,70 m do chão, para ficarem ao nível ou abaixo do olhar da maioria das pessoas. Outra coisa que se deve saber é que quando se pendura um quadro por cima, por exemplo, de um sofá, há que ter em atenção a altura do mesmo. Isto para que quando alguém se sentar não ficar com a cabeça à frente da obra. E de preferência centre o quadro com o sofá e não com a parede onde é colocado. 

Se não quiser furar paredes, pode optar pelo gancho adesivo, fita dupla face ou velcro. Estas são algumas das soluções menos trabalhosas.

Outras das pequenas reparações que, invariavelmente, se têm de fazer em casa é mudar um interruptor de luz. Não é complicado, mas há alguns cuidados obrigatórios como: desligar o disjuntor antes de mexer no interruptor para não apanhar um choque; utilizar a chave de fendas apropriada para desenroscar os parafusos de fixação; e manusear os fios de ligação com cuidado, fixando igualmente onde estavam encaixados, para simplificar a tarefa.

Não esquecer o jardim

Quem possui jardim tem agora mais oportunidade para se dedicar de forma mais aguerrida ao espaço verde da casa. Como estamos na primavera, cortar a relva duas a três vezes por mês é suficiente. O corte deve ser feito sempre no final do dia e com a relva seca. Jamais com a relva molhada. A altura deve estar entre os 5 e os 10 centímetros. E para o corte ser perfeito devem cruzar-se as passagens, o que se consegue cortando em diversas direções.

Esta é a altura do faça você mesmo | #FiqueEmCasa


Publicado 06-Abr-2020  /  16:15